Início home Sobre home Pesquisas home índice home Colaboradores home Eventos home Buscar
s Fundamentos   Teses
»  Design Industrial e Diversidade Cultural
 
No setor moveleiro, variam os requisitos de uso dos produtos para usuários com culturas distintas, em aspectos tais como: composição de espaços internos, dimensionamento, dispositivos e acessórios, divisão de compartimentos, durabilidade, ergonomia (praticidade, conveniência, segurança, etc.), gestão ambiental, resistência, sistemas de montagem, dentre outros.

O dimensionamento dos móveis tem variado entre determinados mercados. Os móveis espanhóis e norte-americanos, por exemplo, costumam ter dimensões maiores, comparativamente aos brasileiros, refletindo a diversidade cultural, as diferenças de características dos espaços arquitetônicos e de legislação, dentre outros fatores (ver Tabelas 15 a 17).
    Nos Estados Unidos, eles têm quarto de vestir, mas entram camiseiros, gavetas, camas, cômodos, criados... O quarto, mais ou menos, já tem um estilo. Nos Estados Unidos existem fábricas de casas pré-fabricadas, que são standard também, cujas dimensões são amplas. Normalmente têm dois pisos, sendo um para dormitórios. Então, realmente os móveis de lá têm dimensões boas e são bem aproveitados. Aqui, não. No mercado brasileiro, às vezes tem que se fazer até porta de correr para as pessoas poderem passar no quarto. Não dá para se fazer porta de abrir normal (TORRESAN, 2001). [sem grifo no original]

TABELA 14 - DIMENSÕES DE CAMAS DE CASAL DAS EMPRESAS: MÓVEIS CARRARO S.A. (BRASIL, 2004), MÓVEIS RUDNICK S.A., KIMBALL HOME FURNISHINGS (EUA, 2004) E ISAMIYA INC. LTD (JAPÃO, 2004)

DimensÕes (mm)

Camas de Casal da MÓveis CARRARO S.A.
(BRASIL)

Camas de Casal da MÓveis RUDNICK S.A.
(BRASIL)

Camas de Casal da KIMBALL Home Furnishings
(EUA)

Camas de Casal da ISAMIYA     Inc. Ltd.
(JapÃO)

Altura 1050 900 / 920 / 940 / 1040 1371,60 / 1422,40 / 1498,60 / 1905,50 180* / 700 / 720 / 740
Largura 1460 / 1470 / 1600 1400 / 1460 / 1470 / 1510 / 1600 / 1660 / 2400 1625,60 / 1651 / 1727,20 / 1752,60 / 2057,40 / 2159 1650
Profundidade 1960 1900 / 2000 / 2070 / 2080 2209,80 / 2184,40 / 2260,60 / 2286 / 2311,40 / 2336,80 / 2423 / 2438,40 / 2969,20 2060
FONTE: Elaborado por Maristela M. ONO, a partir de dados disponíveis em: Catálogos da CARRARO MÓVEIS S.A.; Catálogos da MÓVEIS RUDNICK S.A.; ; . Acesso em: 12 mar. 2004
NOTA: * Cama sem cabeceira


TABELA 15 - PROFUNDIDADES DE ROUPEIROS DAS EMPRESAS: MÓVEIS CARRARO S.A. (BRASIL, 2004), MÓVEIS RUDNICK S.A., KIMBALL HOME FURNISHINGS E RIVERSIDE FURNITURE (EUA, 2004)
DimensÕes (mm) Roupeiros da MÓveis CARRARO S.A.
(BRASIL)
Roupeiros da MÓveis RUDNICK S.A.
(BRASIL)
Roupeiros da KIMBALL Home Furnishings
(EUA)
Roupeiros da RIVERSIDE Furniture
(EUA)

Roupeiros da ISAMIYA     Inc. Ltd.
(JapÃO)

Profundidade 463 / 465 / 475 / 477 / 478 / 541 / 550

510* / 520* / 550*

520** / 610**
609,60 / 635 609,60 / 615,95 / 660,40 610 / 625
FONTE: Elaborado por Maristela M. ONO, a partir de dados disponíveis em: Catálogos da CARRARO MÓVEIS S.A.; Catálogos da MÓVEIS RUDNICK S.A.; ; ; ; . Acesso em: 12 mar. 2004
NOTA: * Profundidades de roupeiros da marca Alpes; ** Profundidades de roupeiros da marca Rudnick


TABELA 16 - DIMENSÕES DE CADEIRAS DAS EMPRESAS: METALÚRGICA BERTOLINI LTDA, MÓVEIS RUDNICK S.A., KIMBALL HOME FURNISHINGS E THOMASVILLE FURNITURE (EUA, 2004)
DimensÕes (mm)

Camas de Casal da MÓveis CARRARO S.A.
(BRASIL)

Camas de Casal da MÓveis RUDNICK S.A.
(BRASIL)

Camas de Casal da KIMBALL Home Furnishings
(EUA)

Cadeira da THOMASVILLE Furniture Industries Inc.
(EUA)

Altura 850 / 865 1000 / 1040 / 1080 1168,4 1020
Largura 405 / 500 450 / 465 / 470 558,80 550
Profundidade 415 / 480 500 / 700 558,80 600
FONTE: Elaborado por Maristela M. ONO, a partir de dados disponíveis em: Catálogos da CARRARO MÓVEIS S.A.; Catálogos da MÓVEIS RUDNICK S.A.; ; . Acesso em: 12 mar. 2004
NOTA: * Cama sem cabeceira


Em parte pela concorrência entre empresas, com base na redução de preços, e também pela inexistência de normas mais específicas que estabeleçam dimensionamentos mínimos para os móveis, verificam-se, no Brasil, casos de redução exagerada de medidas utilizadas.

    ... a gente ou os concorrentes normalmente acabam reduzindo os móveis, para ter preços melhores de venda. Hoje se tem roupeiro com 45 cm de profundidade, onde não cabe um cabide dentro! O normal de um roupeiro é 60 cm, e estão cada vez reduzindo mais. As portas de 60 já estão com 30 cm. Uma porta de roupeiro antiga equivale a duas de hoje (TORRESAN, 2001). [sem grifo no original]

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Há casos em que se tem uma regulação mais rígida, como nos Estados Unidos, por exemplo, onde a legislação “não permite que se faça um roupeiro com 45 cm de profundidade, ou uma cômoda com menos de 50 cm de profundidade. As gavetas têm que estar sobre rodízios...”, observa Torresan (2001).

No Japão, o dimensionamento dos espaços e elementos arquitetônicos, baseia-se em múltiplos e submúltiplos do antigo sistema de medida padrão, denominado “Kanejaku”, proveniente da China. Este sistema possui três unidades básicas de medida: o “Shaku”, o “Sun” e o “Ken”, sendo que um “Shaku” possui aproximadamente 30,030 cm . As portas simples possuem 90 cm de largura, e as duplas 180 cm. O módulo básico do “tatami” japonês possui 90 x 180 cm e a “sala de tatami” possui tradicionalmente 180 cm de altura. Outros elementos, tais como a folha padrão de compensado, por exemplo, possui 90 x 180 cm. Tal característica acaba se refletindo também no design de móveis deste país, influenciando seu dimensionamento e composição, que incorporam a modularização (ver Figura 459).
FIGURA 459 -	SALA DE JANTAR DA ISAMIYA INC. LTD. (JAPÃO, 2004)
FIGURA 459 - SALA DE JANTAR DA ISAMIYA INC. LTD. (JAPÃO, 2004)
NOTA: Dimensões da mesa: largura: 180 cm, profundidade: 90 cm, altura: 35 cm; dimensões dos assentos: largura: 60 cm, profundidade: 63 cm, altura: 38 cm

249▲ In: KANSAI INTERNATIONAL PUBLIC RELATIONS PROMOTION OFFICE. Measures in Japanese architecture. Disponível em: http://www.kippo.or.jp/culture/build/measure_e.htm. Acesso em: 19 mar. 2004.
 capítulo anterior PÁGINA 01 próxima página  
Todos os direitos reservados - Copyright © Maristela Mitsuko Ono 2004 / 2007 / 2009.